Postado por Equipe Datamed em Maio 9, 2018 18:01 Blogs, Uncategorized
ENSAIOS DE TOXICIDADE: A FERRAMENTA RESPOSTA À DOSE

Assista ao sexto vídeo da nossa série sobre o Skanit 4.1 e 5.0, o Software das leitoras de microplacas da Thermo Scientific. Neste vídeo vamos mostrar como fazer uma sessão para obter um AV50.

Ensaios de toxicidade estão presentes em diversas aplicações. Um dos testes mais utilizados para medir a viabilidade celular – e portanto o quão tóxico é o meio em que aquela amostra se encontra, utiliza o reagente MTT. Esse é o teste que iremos abordar hoje.

Nossa referência de aplicação será o artigo: “The validated embryonic stem cell test to predict embryotoxicity in vitro”, por Seiler e Spielmann, publicado na Nature Protocols em 2011.

1. Vamos começar. Abra uma nova seção no seu SkanIt.

2. Adicione, como sempre, uma nota útil ao seu protocolo.

3. Vá para a tela esquema de placas. Neste protocolo, cada composto ocupa uma placa inteira para ser testado.

Neste vídeo, vamos trabalhar com apenas um composto. Se você quiser mais informações sobre como programar um protocolo que teste vários compostos, não hesite em nos contatar!

O artigo nos fornece o esquema de placas pronto. Basta replicá-lo no SkanIt. Perceba que a placa começa com as alíquotas mais diluídas na coluna 4 e vai até as mais concentradas na coluna 10.

4. Vá para a tela Protocolo. Adicione o passo Absorvância, e escolha o comprimento de onda de 570 nm ou equivalente. Selecione o modo de leitura como Normal ou Precisão. Adicione também a leitura a 630 nm ou equivalente para utilizarmos como referência.

5. Vá para a tela Resultados e adicione a ferramenta cálculo básico para considerarmos a referência de 620 nm. Selecione a opção Subtração e insira a leitura a 570 nm como dado A e a leitura a 620 nm como dado B.

6. A partir daí, insira a ferramenta Normalização. Neste caso, nosso tipo de cálculo será de inibição, pois nosso controle positivo P representa o caso de inibição (embriotóxico).

Marque a escolha de B0 para Selecionar Amostra, escolhendo então o controle P. Isso quer dizer que as amostras serão mostradas como uma porcentagem do controle.

7. Insira a ferramenta Resposta à Dose. Esse passo já vem configurado para a análise padrão, calculando o IC50, ou seja, a concentração do composto testado que gera 50% do resultado controle.

8. Isso torna os ativos biológicos comparáveis em matéria de desempenho, gerando oportunidades de novos fármacos. Agora, seu SkanIt está pronto para realizar seu ensaio de MTT.

Se você perdeu os primeiros vídeos assista a playlist!

 

Clique aqui para entrar em contato!

 

Deixe um comentário