Datamed

0
0
Subtotal: R$0.00
Não há produtos no carrinho.
Meu orçamento R$0.00
0
0
Subtotal: R$0.00
Não há produtos no carrinho.

Atenção! Produtos FANEM apenas para o estado de Minas Gerais

Montando e utilizando uma curva de calibração!

skanit 4

Este é o quarto vídeo da nossa série sobre o Skanit 4.1 e 5.0, o Software das leitoras de microplacas da Thermo Scientific. Neste vídeo vamos mostrar como montar um protocolo que contenha uma curva de calibração.

 

TUTORIAL – UTILIZANDO UMA CURVA DE CALIBRAÇÃO

1. Abra o SkanIt, selecione seu equipamento na seta “outros tipos de equipamento” e clique em nova seção.


 

2. Adicione uma nota útil ao seu protocolo.

3. Vá para a tela Esquema de Placas, selecione o Branco como Tipo de amostra e utilize o mapa ao lado para marcar os poços correspondentes ao branco em seu ensaio.

4. Selecione o Padrão como Tipo de amostra para inserirmos as informações da curva padrão. Habilite a opção réplicas.

5. Selecione o número de réplicas desejadas e como elas serão dispostas na placa. Habilite então a opção Concentrações.

6. Se sua curva é uma diluição seriada, selecione a concentração inicial, o operador, ou seja, se está dividindo ou multiplicando de um ponto para o outo, e o passo, ou seja, de quanto em quanto está sendo feita essa diluição ou concentração.

7. Caso sua curva não siga um padrão seriado, utilize a opção Valores para digitar as concentrações de cada ponto. Aproveite e defina também a unidade de concentração da sua curva. Clique e arraste para inserir os valores nos poços desejados.

8. Agora, selecione Desconhecido como Tipo de amostra, e insira os nomes de suas amostras formando uma lista, sendo que os nomes não podem conter caracteres especiais. Clique no mapa para distribuir suas amostras conforme necessário.

9. Vá para a aba Protocolo. Adicione o passo Absorbância e escolha o comprimento de onda equivalente ao seu teste. Para o ensaio de Bradford, por exemplo, usa-se 595 nm. Utilize o modo de medição normal/precisão.

10. Vá para a aba de Resultados, selecione o passo Absorbância 1 e adicione os passos: subtração do branco, média, e curva padrão, nessa ordem. Este último passo já fornece a concentração das amostras, calculada pela curva. Você também pode observar o gráfico da curva padrão, sua equação e seu R².

 

11. Pronto! Seu protocolo está montado, pronto para fornecer todos os resultados que você precisa no instante em que a leitura terminar. Para visualizar a curva e as concentrações, clique no passo Curva Padrão 1.

Caso deseje desconsiderar algum ponto da curva, clique em mostrar padrões. Clique com o botão direito no ponto que deseja desconsiderar e escolha a opção desabilitar amostra. A leitura não será deletada, mas também não será utilizada nos cálculos desse experimento.

 

Não se esqueça: você pode usar sempre esse protocolo, que ficará salvo, trocando apenas os nomes das amostras.

 

Se você perdeu os primeiros vídeos assista a playlist!

 

 

[button size=”lg” title=”Fale conosco” link=”/fale-conosco/formulario-de-contato/”]Clique aqui para entrar em contato![/button]

Compartilhar este post

Blog

O Ultrafreezer TSX e sua Tecnologia V-Drive 

Menos gasto de energia, maior segurança, melhor qualidade de vida  Todos nós que já trabalhamos em um edifício com vários laboratórios sabemos o pânico que

Carrinho de compras