Datamed

0
0
Subtotal: R$0.00
No products in the cart.
Meu orçamento R$0.00
0
0
Subtotal: R$0.00
No products in the cart.

Atenção! Produtos FANEM apenas para o estado de Minas Gerais

Blog

Calibrei meu equipamento, e agora?

calibracaoBlog

Ao contrário do que todo mundo pensa, Calibração não é a mesma coisa que ajuste.

Ao longo dos anos as pessoas se acostumaram com a ideia de que calibrar um equipamento é o mesmo que corrigir possíveis variações nas leituras desse mesmo equipamento. Muitas vezes esse raciocínio equivocado foi incentivado por diversos fabricantes, que nomearam os sistemas de ajustes nos equipamentos de “calibração”.

De acordo com o Vocabulário Internacional de Metrologia, Calibração é o ato de se comparar as leituras de dois dispositivos, sendo um deles um padrão cuja leitura é conhecida ou acreditada.

Pode-se fazer essa comparação de forma direta, como quando se coloca um termômetro padrão dentro de um refrigerador e compara sua leitura com o que é mostrado no display do referido equipamento. Outra maneira é submeter o dispositivo que se queira calibrar à uma medida materializada, como quando se coloca um peso padrão sobre uma balança.

A questão é que ao se Calibrar um equipamento, obtém-se um retrato das condições do mesmo. A adequada leitura de um certificado de calibração pode fornecer alguns dados estatísticos ou mesmo informações para uma correção ou ajuste. Quando se faz a correção baseada em uma calibração, se está fazendo um ajuste.

Calibração ou ajuste

Calibrar um equipamento só garante a confiabilidade dele se os dados obtidos com essa calibração forem usados para ajustá-lo ou mesmo estabelecer uma correlação de leituras, ou correção, baseada em uma curva de tendência ou mesmo através de cálculos matemáticos. É claro que se o resultado da calibração indicar que o instrumento não necessita de ajuste, ela o torna mais confiável, pelo simples fato de que se toma ciência das boas condições do instrumento.

Assim, apenas ter uma etiqueta pregada no equipamento informando que o mesmo fora calibrado ou um certificado de calibração dentro de uma gaveta, não garantem a qualidade das leituras de seu termômetro, tacômetro ou qualquer outro instrumento de medição ou indicador.

Toda calibração também está ligada à uma incerteza. Isso se deve ao fato de que há diversos erros possíveis associados à medição, sendo assim, a certeza plena e absoluta é algo inalcançável, mas a busca pela menor incerteza possível ajuda a se garantir leituras cada vez mais confiáveis.

A incerteza, portanto, é um componente da medição, é algo que está ligado à qualidade daquela medida, de forma quantitativa. Quanto menor a incerteza, mais confiável é a leitura.

Quando você solicitar a calibração de seu freezer, por exemplo, saiba que está solicitando um relatório (certificado de calibração) sobre a confiabilidade do indicador daquele equipamento e não está de forma alguma ajustando a performance dele.

Mas não precisa se preocupar com isso, se o certificado de calibração indicar um problema com seus equipamentos, conte com a equipe da Datamed para ajustar ou corrigir o defeito.

Entrar em contato

Texto original Datamed

Compartilhar este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Mais posts

Uncategorized

Incubadoras de CO2

VOCÊ SABE COMO ESCOLHER UMA INCUBADORA DE CO2 IDEAL PARA A SUA APLICAÇÃO? Existem no mercado diversos modelos de incubadoras de CO2, com diferentes características.

Carrinho de compras