Postado por Equipe Datamed em abril 18, 2018 17:23 Blogs
Diagnosticando suas amostras – a ferramenta classificação – série Skanit

Bem vindo ao quinto vídeo da série sobre o Skanit 4.1 e 5.0, o Software das leitoras de microplacas da Thermo Scientific. Neste vídeo vamos mostrar como usar a função classificação no Skanit.

 

1. Abra o SkanIt, selecione seu equipamento na seta “outros tipos de equipamento” e clique em nova seção.

2. Adicione uma nota útil ao seu protocolo.

3. Vá para a tela Esquema de Placas, insira brancos e controles conforme a bula de seu kit. Nesse caso, temos o controle positivo (CP), o controle negativo (CN) e o controle sem soro (ss).

4. Selecione Desconhecido como Tipo de amostra, e insira os nomes de suas amostras em uma lista. Depois, clique no mapa para inserir cada amostra no local desejado.

5. Vá para a tela Protocolo. Selecione o filtro desejado e use o modo de medição Normal ou Precisão.

 

6. Vá para a aba Resultados. Adicione o passo classificação. As regras da bula dizem que o Cut-off é a média do controle negativo, e todas as amostras abaixo desse valor deverão ser consideradas negativas. As amostras serão classificadas como positivas quando tiverem leituras acima de 1,2 vezes o valor do Cut-off. A faixa entre esses dois Cut-offs é chamada faixa cinza, e deverá ser analisada novamente.

Adicione mais uma categoria à classificação. Descreva cada categoria como Positivo, Faixa Cinza e Negativo.

7. Para o Cut-off inferior, clique na barra entre a Faixa cinza e o Negativo. Na caixa aberta, utilize a lista drop-down para selecionar a opção CN. Essa opção já é a média das replicatas do controle negativo. Para o Cut-off superior, use o mesmo procedimento, e digite *1,2 em seguida.

8. Pronto! Seu protocolo já está pronto para ser utilizado, e irá classificar suas amostras automaticamente após a leitura.

 

Se você perdeu os primeiros vídeos assista a playlist!

 

Clique aqui para entrar em contato!

 

 

 

Deixe um comentário